Data: 17 de março de 2016

Falar da ótima qualidade do atendimento do enoturismo na Serra Gaúcha é repetitivo, e os irmãos Marco e Guilherme Salton confirmam a fama. Neste dia, após nos mostrar a cantina, Guilherme nos leva ao varejo para a degustação.


A Valmarino, em Pinto Bandeira – RS, é conhecida por enófilos que buscam vinhos e espumantes de qualidade. Com 16ha de parreirais, as uvas da Valmarino são produzidas no sistema tradicional de parreirais em latada, praticamente inexistente em todas as demais vinícolas que produzem vinhos finos, substituídos pela espaldeira (plantas em linha).


Guilherme nos explica que a qualidade da uva vem de um plantio diferente das latadas convencionais, havendo quantidade bem menor de plantas por hectare, com menor produção, além de um rígido raleio de cachos durante o ciclo produtivo, resultando-se em 10 toneladas de uvas/há, sãs e maduras (baixíssima produtividade em se tratando de latada). Em resumo, o uso de uma técnica antiga de plantio exige da Valmarino um cuidado extremo no trato com a videira e com a uva para se alcançar a qualidade desejada. 



A ESTRUTURA DE PRODUÇÃO



Guilherme, à direita, na cantina, mostra o processo desde a chegada da uva ao engarrafamento, o que encanta até o enófilo mais experiente. A Valmarino é uma pequena empresa que possui avançada tecnologia de produção, desde o galpão com isolamento térmico e condições sanitárias exigidas por lei, a equipamentos enológicos que possibilitam a vinificação conforme os melhores padrões mundiais. Os barris de carvalho dão o toque de história e a complexidade aos vinhos.


O VAREJO E A DEGUSTAÇÃO


Um espaço agradável, que nos remete ao passado da colonização italiana e da família Salton. Degustar os vinhos e espumantes da Valmarino na companhia de pessoas queridas neste local é uma experiência especial, que dispensa comentários. Algumas fotos representam melhor este momento.




OS VINHOS E ESPUMANTES VALMARINO


Excelente. É a resposta que ouço de quem degusta os vinhos e espumantes Valmarino. Como vimos, este sucesso é resultado de um processo produtivo que alia grande comprometimento na viticultura (cultivo das uvas) e na enologia (vinificação). A partir daí, o consumidor define o vinho ou espumante que mais lhe agrada.

A Valmarino possui uma grande variedade de produtos distribuídos entre as linhas leve (dia a dia), varietal, produtos mais encorpados, e TOPs, complexos.


Os produtos do dia a dia são bastante frutados, com baixos tanino, acidez e persistência, destinados a um público acostumado a vinhos comuns (de variedades americanas), suaves, mas que deseja, aos poucos, se aventurar num vinho ou espumamante de uvas viníferas. São produtos com baixo preço de venda, o que atrai os consumidores que desejam comprar uma quantidade maior para um evento, e que procuram uma bebida honesta. Dois espumantes suaves da variedade Moscatel e um Brut da uva Prosecco, e um corte tinto de Cabernet Sauvignon/Merlot compõem este grupo.


A linha varietal oferece produtos com maior corpo, para consumidores que querem mais presença em boca, taninos e acidez.




Cabernet Franc ANO XIX 2013 e RESERVA DE FAMÍLIA


Quer impressionar em uma degustação às cegas com excelentes vinhos importados? Os dois vinhos TOPs da Valmarino são impressionantes. Pouco famosa perante as demais castas francesas, faço-lhe um desafio. Compare o Cabernet Franc ANO XIX 2013 da Valmarino com outros vinhos TOPs desta cultivar de outros países e avalie o seu potencial. O objetivo não é mostrar que o exemplar brasileiro é superior, isto é bobagem. O intuito é desfazer preconceitos de que o Brasil não tem capacidade de fazer um vinho de grande qualidade desta casta.


Você estará de frente a um vinho de grande complexidade, que gosto de decantar algumas horas antes de degustar, liberando aromas variados de frutas e especiarias, derivados da fruta e da vinificação. Para mim, apesar de estar maravilhoso para ser degustado agora, certamente o amadurecimento tornará este vinho ainda mais complexo no aroma e no paladar. No momento caracteriza-se por uma cor violácea, taninos e acidez vivos, aromas de frutas pretas maduras, tostado e baunilha. Sirva-o com pratos fortes de carnes ou massas, caso contrário ele encobrirá sua comida.


O Corte Reserva de Família impressiona em todos os sentidos, entre eles a relação qualidade e preço. Como todo grande assemblage, resume as melhores características de cada uva, definidas pelo enólogo durante a vinificação. Ao contrário dos demais vinhos, descrever este corte é complicado, pois cada enófilo fará uma análise diferente, conforme sua memória olfativa e palatina. Como gosto de aerar vinhos complexos, as mudanças ao longo do tempo neste corte são extremas. O desafio é seu. Quando degustá-lo, envie sua avaliação para publicarmos no Adega do Chamon. 



Espumantes Extra Brut e o Nature Valmarino & Churchill



Os dois espumantes TOPs da Valmarino são um néctar para os verdadeiros amantes desta bebida. A certeza de que o extra brut e o nature Valmarino & Churchill são excepcionais vêm da minha opinião e de vários amigos conhecedores da bebida.


O vinho base resultante do corte de Chardonnay e Pinot Noir que fará o Extra Brut Valmarino & Churchill 2013 passa 14 meses no barril de carvalho, e após a segunda fermentação, 12 meses em contato com a levedura na garrafa. De cor amarelo  dourado, borbulhas finas e persistentes, aroma de frutas cítricas, maçã e pêra, baunilha e tostado derivados da madeira. Na boca alia frescor e persistência.


O Nature Prestige Valmarino&Churchill 2012, apesar de praticamente não ter açúcar residual (mais seco da escala dos espumantes), não deve ser avaliado por esta característica, pois sua leveza e complexidade no aroma e na boca transformam a atividade de se degustar um espumante em um momento especial. Nas oportunidades que tive de degustar este espumante comprovei que o Brasil pode fabricar vinhos borbulhantes tão maravilhosos como muitos champagnes, e com preços muito interessantes. Caso prove e discorde, tudo bem, mas fica o desafio.   


Resultado. A cidade de Pinto Bandeira também deve ser incluída em seu próximo roteiro à Serra Gaúcha, e os produtos da Valmarino merecem espaço em sua adega.


Até nosso próximo encontro!!!