O gaúcho, enófilo e presidente da confraria I’Bei, de Bento Gonçalves – RS, Ivan Cini, degustou o Salton Talento 2007, corte de 60% de Cabernet Sauvignon, 30% de Merlot e 10% de Tannat. Acondicionado em sua própria adega há um bom tempo, o vinho se mostrou em perfeitas condições de maturação, sem resíduos de envelhecimento (precipitado de antocianos ligadas a taninos, e sais de tártaros), com a rolha ainda clara, estado de nova. Nos primeiros 15 minutos após aberto os aromas do carvalho francês predominaram, com tostado e chocolate. Com maior tempo de oxigenação, aromas de compostos da fruta e de precursores de aromas da fermentação começaram a se desprender, surgindo frutas vermelhas, notas licorosas, balsâmicas de mentol. No paladar boa estrutura, taninos maduros e presentes, boa acidez, toques picantes e tostado, e final de boca persistente. Boa integração entre fruta e madeira.