Alguns tira gostos e um momento de descontração em casa com amigos tiveram a companhia do Nature Rosé 2007, método tradicional, da Estrelas do Brasil, e o Malbec  2012 da vinícola Almaúnica, ambas vinícolas da cidade de Bento Gonçalves – RS. É claro que a idade do espumante pode suscitar dúvidas sobre sua capacidade de envelhecer por tanto tempo. É sabido que este potencial é derivado da uva e do vinho base, assim como o tempo de amadurecimento com as leveduras após a segunda fermentação. Irineo Dall’Agnol e Alejandro Cardozo, enólogos responsáveis, são conhecidos por elaborarem espumantes de guarda, com uvas maduras que repassarão estrutura e complexidade para o vinho, além de longo tempo de maturação com as leveduras, em especial os Nature. Penso ser importante que o enófilo que degusta um vinho com esta idade, entenda que encontrará características muito mais complexas do que um espumante vinificado para se beber jovem, com foco principal na acidez e no frescor. Linda coloração casca de cebola intensa, era esperado que as borbulhas não se mostrassem tão volumosas, retornando às características do vinho base amadurecido. Conservando leve aroma primário de frutas vermelhas, percebiam-se as frutas secas e amêndoas, e na boca taninos e acidez macios, aveludados, com ótima persistência. Um espumante para se meditar.



Não a toa, a Almaúnica tornou-se um dos ícones da vitivinificação da Serra Gaúcha nos últimos anos, pois a qualidade dos seus produtos, elaborados a partir de uvas de vinhedos próprios de grande qualidade, alta tecnologia de uma das vinícolas mais bonitas da região, e competente quadro técnico, gera vinhos que agradam pela estrutura, sabor e aromas, sobretudo pela semelhança com os vinhos chilenos e argentinos. De cor vermelho rubi intensa, com elevada concentração de antocianas, os aromas e sabores confirmam o estilo que Márcio Brandelli impõe aos seus vinhos varietais,  com taninos e acidez macios e untuosos, adocicado em fundo de boca e com extrema presença de carvalho, na boca e no nariz. Ao contrário da maioria dos enófilos que adoram este tipo de vinho, eu prefiro vinhos que mesclam a complexidade de aromas diversos, não havendo dominância de madeira, que deve ser usado para amadurecer e dar complexidade, não ser a referência. A todos que gostam de vinhos amadeirados, asseguro que os Almaúnica são referência de boa compra.