Em mais um jantar no sítio do casal de amigos César e Maria Pretto, tivemos o prazer de contar com a presença de Larri e Vera Larentis, da vinícola Larentis, e de Vilmar Bettú, dos Vinhos Bettú. Momentos de alegria, conversa, boa comida e muito vinho bom. O casal Larentis presenteou o grupo com um exemplar do Merlot 2012 e do Mérito 2008, de sua adega especial, não mais disponível para o mercado. O Mérito 2008, rótulo TOP de linha da vinícola (a safra 2012 está à venda),  impressiona pela complexidade e suavidade na boca, característica dos grandes cortes, que unem as diferentes qualidades de cada uva para se chegar ao que de melhor o enólogo pode encontrar. Este vinho é excelente jovem, mas os anos de amadurecimento tornaram o Mérito 2008 uma experiência enológica, que fica guardada na memória. Um bouquet que une frutas maduras e pretas a pimenta do reino e tostado (café torrado me lembrando as fazendas do meu lindo Espírito Santo). O Merlot 2012 está no auge, um legítimo representante da linha Reserva da Larentis. Encorpado e potente, cor violácea (demonstrando que recebeu um pequeno apoio de alguma uva tintória – permitido por lei), com taninos e acidez vivos, com domínio de frutas negras no aroma, pela juventude, mas com traços de baunilha e pimenta do reino, derivados do carvalho e dos 4 anos de vida. Está excelente para os que gostam de vinhos jovens, mas se puder esperar alguns anos para degustá-lo, não se arrependerá; compre, beba alguns agora e reserve outros, vale a pena.