Data: 29/01/2019

A característica mais importante para elaborarmos vinhos de alto padrão para os Projetos de Vinificação em Grupo da Adega do Chamon é a obtenção de uvas de qualidades excepcionais, o que exige parceria com viticultores diferenciados. Por isso busco conhecer in loco estes profissionais e seus parreirais. Em dezembro passado fui à Campanha Gaúcha para visitas em Bagé, Dom Pedrito e Santana do Livramento.


       


Bagé


Estive com o agrônomo e professor do curso superior de Viticultura e Enologia da UNIPAMPA, Norton Sampaio, que junto com sua família, recebeu – me em seu sítio para um almoço delicioso. Conversa boa e muito aprendizado, pois Norton é um dos maiores conhecedores da viticultura brasileira, e por isso seus parreirais são um exemplo de estrutura técnica e qualidade.


Apesar da quantidade de chuvas estar um pouco acima do esperado, Chardonnay, Sauvingon Blanc, Cabernet Sauvignon, Marselan, Petit Verdot, Tannat, Merlot ... despontavam para uma safra de ótima qualidade, resultado da competência de Norton no manejo de suas plantas.


No fim da tarde visitei a Vinícola Batalha para conhecer alguns de seus rótulos, um momento muito agradável. Vinhos de corpo médio, de boa qualidade de vinificação, mostram que a Campanha tem tudo para ser uma importante região produtora de vinhos e espumantes do Brasil.



No dia seguinte, um sábado de manhã, fui à Quinta do Seival, de propriedade da Miolo, mas infelizmente estava fechada, o que me surpreendeu negativamente, pois uma região somente se torna forte no enoturismo se as atrações estão à espera do cliente, e não o contrário. Quantos enófilos terão que bater com a cara na porteira, para que eles decidam atender os turistas nos fins de semana? 


Dom Pedrito


Em Dom Pedrito, por volta das 15h do mesmo sábado, fui à  Estância Guatambú, e nova frustração, pois não há degustações  dos vinhos e espumantes após a última visita agendada que começa às 14h. Apesar de ter feito contato por telefone na parte da manhã, e ser informado de que a vinícola estaria aberta até às 17h, nada me foi dito sobre a obrigação de estar na visita agendada às 14h para conhecer e degustar.


Santana no Livramento


Em Santana do Livramento conheci o parreiral de Fabrício Cheguhem, um lugar lindo, em que são cultivadas Cabernet Sauvignon, Ancellota, Chardonnay, entre outras. Mais uma excelente parceria firmada para a aquisição de uvas para os projetos de vinificação em grupo. 



A Campanha Gaúcha é uma região muito bonita, com uma paisagem única e muitos lugares para conhecer. Foi uma passagem rápida, mas tive uma ideia da grandeza deste novo terroir.


A volta pra casa foi muito gratificante, por saber que nosso trabalho se torna conhecido, cresce a cada ano, e com ele a amizade e parceria com excelentes profissionais da viticultura nacional. Bons vinhos nos aguardam!!