As capixabas e confrades Fernanda Thompson e Larissa Memelli degustaram o corte de Pinot Noir com Tannat, uvas com características antagônicas, o que inspirou o nome Avesso. Ao mesclar estas cultivares, a enóloga Mônica Rossetti combina a maciez e elegância da Pinot Noir, de menor concentração de antocianas, taninos e ácidos, com a potência da Tannat, tintória, tânica e ácida. Para as enófilas trata-se de um vinho muito gostoso, e apesar da Tannat proporcionar maior corpo, o exemplar se mostrou mais complexo e estruturado no aroma, exalando frutas vermelhas, negras e um leve tostado/defumado/terrosa, apesar de não ter passagem por barrica. E pra acompanhar, uma linda mesa de comida árabe que harmonizou perfeitamente com o este tinto.