Degustação: junho/2018

O que dizer de um vinho com estas três cultivares? Por incrível que pareça, entre as três, a mais macia, mais leve é a Cabernet Sauvignon, pois a Tannat e a Ancelotta, ambas, extremamente potentes em taninos e ácidos, uvas muito encorpadas que geram vinhos longevos, com elevados IPT’s, e elevadas concentrações de ácidos, quando o enólogo deseja elaborar um produto de guarda. E a Cabernet Sauvignon, todos sabemos a sua estrutura e sua complexidade. Ou seja, uma assemblage com estas três uvas só resultaria em um vinho de guarda, muito estruturado e muito complexo.


É um vinho para se beber jovem? De maneira alguma. Por isso, este exemplar 2004 da vinícola Calza estava com seus 14 anos de vida ainda mostrando capacidade de envelhecimento, mas também mostrava uma elegância e uma complexidade incrível, de um vinho que foi elaborado pra ser de guarda, e não um vinho pronto e macio em seus primeiros anos de vida.  


Incrível! Aromas primários, secundários e terciários se mesclavam. Frutas vermelhas, frutas negras, especiarias, de ésteres advindos da redução dos ácidos, mudando ao longo da degustação, e que pedia, apesar da sua elegância, um bom acompanhamento, pois é um vinho de corpo, estruturado.


Sem passagem por barrica. E é fundamental reforçar isso! Mostrando que quem acha que vinho de guarda é aquele que passa por madeira está totalmente equivocado. O que dá a capacidade de guarda são taninos e ácidos advindos da uva, e não da madeira.


Então você tem um assemblage 2004 complexo, mas ainda estruturado. Um paladar macio, mas ainda vivo. Um vinho que com certeza pode ser guardado por muitos anos, que manterá o seu frescor, a sua estrutura, a sua qualidade.


Foi aberto às cegas na Confraria que participo, em Vitória-ES, para oito pessoas, nenhum deles sabia sua nacionalidade, e todos se impressionaram com a complexidade, qualidade, com a estrutura do vinho. Algo que deixou a todos encantados com a possibilidade da viticultura e da enologia do Brasil, que só demostra crescimento constante na sua qualidade ao longo dos anos.


Mais um produto brasileiro que desmente os experts, que dizem que o Brasil não tem capacidade de elaborar vinhos de guarda.

Simplesmente fantástico!!


 


Onde encontrar?

Calza Junior Ind. e Com. de Vinhos Ltda

Linha 80 da Leopoldina, s/nº
Monte Belo do Sul - Serra Gaúcha - RS - Brasil
Email: contato@vinicolacalza.com.br

Fone (54) 3457.1173