O leitor Paulo Albuquerque envia uma dica maravilhosa para ajudar a se aquecer nos dias mais frios, e claro que a Adega do Chamon não poderia deixar de compartilhar. Aproveite a dica, e tenha mais um motivo para reunir os amigos para bons momentos juntos.


Protagonistas das festas juninas especialmente no sul do país, o pinhão e o quentão, ou vinho quente no sudeste, formam uma dupla imbatível nos dias gelados. Saborear estas duas delícias faz parte da tradição e mais do que isso, realmente ajuda quando o assunto é combater as temperaturas baixas.


Quentão e vinho quente


Como o próprio nome diz, o quentão é ideal para aumentar o calor do corpo. Além de conter vinho, uma das bebidas preferidas no inverno, sua receita traz outros ingredientes que potencializam o sabor do líquido servido bem quente, como a canela, o cravo e o gengibre.


Algumas dicas podem deixar o quentão ainda melhor:

- Para quem gosta da bebida forte, a sugestão é prepará-la com o gengibre em pedaços pequenos.

- Cuide para não ferver muito, assim o álcool não evapora e o sabor do quentão se mantém.
- No sudeste, onde é chamado de “vinho quente”, sua receita leva pedaços de frutas como o abacaxi e maçã. Pode ser uma boa ideia para incrementar a bebida.
- Na hora de saborear, as crianças não precisam ficar de fora: para elas, a receita pode ser preparada com suco de uva ao invés de vinho.



RECEITA DE VINHO QUENTE :


Ingredientes

1 1/2 xícara(s) (chá) de açúcar

quanto baste de canela em pau

10 unidade(s) de cravo-da-índia
1 unidade(s) de casca de laranja ralada(s)
1 unidade(s) de casca de limão ralada(s)
1 litro(s) de vinho tinto de sua preferência
1 xícara(s) (chá) de água
1 unidade(s) de maçã em cubos pequenos


Como fazer
Ferva todos os ingredientes por cerca de 10 minutos até que os sabores sejam extraídos para o vinho.
Sirva de preferência em canecas de barro e bem quente.



Pinhão


No frio, o metabolismo precisa de mais energia para se aquecer. É aí que o pinhão aparece como uma boa alternativa, pois é rico em carboidratos e nutrientes. Esta semente, originada da pinha, fruto da Araucária, contém minerais, vitaminas do complexo B, cálcio e proteínas. Já foi, inclusive, importante fonte de alimentação de algumas tribos indígenas.


- Assar no forno, na brasa de uma fogueira ou na churrasqueira é outra boa opção, que deixa o pinhão quentinho e saboroso.


- O pinhão é, ainda, ingrediente para molhos deliciosos, especialmente indicados para acompanhar carnes vermelhas.


- Existem opções para quem aposta na praticidade, como pinhão já cozido e um descascador especial

Além de ficar muito bom com o quentão, este alimento também combina com o tradicional chimarrão. É uma ótima pedida para as tardes aconchegantes de domingo com a família. Melhor ainda se for saboreado em frente à lareira ou junto a um fogão à lenha. O preparo do pinhão é muito simples: é só cozinhar em água e sal.

- Para agilizar, cozinhe em uma panela de pressão.



Fonte: Zaffari

fotos: Reprodução